Arquivo do blog

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Ano Novo - 2013 está chegando ...


"Esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo."
( Filipenses 3:13, 14.)

Mais um ano vai passando,
faço um breve retrospecto
do ano que se despede.
Deixo um  abraço sincero
com o amor que não se mede.
Venho a todos desejar,
um ano novo especial.
Não vamos nos lamentar
o que nos fizeram de mal.
Desejo só alegria,
ao amigo virtual
que foi boa companhia.
nos momentos bons ou maus.
Por isso,  desejo amiúde
a você e tua família:
felicidade e saúde.
Hoje é um momento,
momento de solidariedade
em que em pensamento,
todos os povos desejam:
PAZ - para a humanidade!

sábado, 29 de dezembro de 2012

Recordando ...


A chuva que cai lá fora
de forma constante e abundante,
levou-me a um tempo de outrora:
- um tempo assaz distante.
Viajei em pensamentos,
lembrando de gente querida
que se foi  já faz um tempo,
deixando vazia a minha vida.
Voltei ao tempo de agora,
lembrei de alguém do presente
que  passa e me ingnora,
segue altivo e indiferente.
Mas meu ser já não implora,
sigo em paz,  vou vivendo,
ando pela vida afora:
e de ti, vou me esquecendo.
- Ingrata, assim falaste!
- Ingrata, eu não sou não!
Foste tu quem me arrascaste,
de dentro do teu coração!

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Oração do Amanhecer

"Agradecer a Deus depois que Ele responde a uma oração, é GRATIDÃO. Agradecer a Ele antecipadamente, é FÉ..."
(Bárbara Coré)
 
Nasce mais um dia, ó Deus, em que generosamente me ofertas para que eu prossiga nesta caminhada. Derrama, Senhor, a luz do teu Espírito Santo sobre mim e faça com que, durante este dia que se inicia, em tudo que eu for fazer, seja para glorificar o teu santo e bendito nome.
Afasta de mim os pensamentos de desânimos, de fracassos, pois tais pensamentos não te agradam. Defende-me, Senhor, das armadilhas astuciosas do vil inimigo, enviando anjos para proteger-me nesta jornada e que eu possa transmitir através de minhas ações a grandiosidade do teu amor. Agradeço-te por esta manhã tão calma, pela natureza tão bela e especialmente pelos meus familiares, pelos meus amigos presentes e distantes. Dá-nos um dia de alegria e paz, a paz que só tu, Ó Senhor, pode dar para suprir as necessidades de cada coração aflito. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!  

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Fim de Ano - A Paz do Senhor

"Riqueza alguma poderá proporcionar a paz a um homem mau."

(Platão)

Mais um natal foi comemorado na paz do Senhor. Estava por aqui pensando nos problemas enfrentados durante o ano de 2012 que está se despedindo. 
Os tempos foram difíceis mas foi possível manter  o equilíbrio emocional diante de situações que não podemos evitar.

Na vida cotidiana os problemas de saúde sempre nos preocupam porque sem saúde nada vai bem. 

Essa torção que tive no joelho ainda incomoda, provavelmente, terei que passar por uma cirurgia. Contudo, ainda não há nada definido.

Problemas no virtual sempre me acompanharam, isso não é novidade. Já não dou mais importância a elas, pois com o tempo, nos acostumamos com tudo que não podemos mudar. 

E aí está a sabedoria, muitas vezes, o melhor a fazer é ignorar quem se esconde em contas frias só para prejudicar-nos.

Por vários motivos mudei meu temperamento e isso foi algo muito bom, já era tempo de ignorar as atitudes hostis de espíritos zombeteiros e pertubadores que passam por nós apenas com o intuito de nos tirar a paz.

Se entrarmos em comunhão diariamente com Jesus, os ardis dos inimigos perdem a força sobre nós. 

Já não conseguem entrar na nossa mente e seu objetivo principal que é nos ver dando showzinhos gratuitos de escândalos cai por terra. 

Jesus é paz e essa paz Ele deixou a todos que o aceitam. Finalizo por hoje, lembrando uma das últimas mensagens de Jesus, antes da crucificação:


"Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz. Não vo-la dou como o mundo a dá. Não se PERTUBE o vosso coração, nem se atemorize! Ouvistes que eu vos disse: Vou e volto a vós. Se me amardes, certamente haveis de alegrar-vos, que vou para junto do Pai, porque o Pai é maior do que eu. E disse-vos agora estas coisas, antes que aconteçam, para que creiais quando acontecerem. Já não falarei muito convosco, porque vem o príncipe deste mundo; mas ele não tem nada em mim. O mundo, porém, deve saber que amo o Pai e procedo como o Pai me ordenou. Levantai-vos, vamo-nos daqui."
 (João 14, 27-30)

domingo, 23 de dezembro de 2012

Pensando Positivo

"Pense o bem, e o bem virá. Pense o mal, e o mal virá. Você é o que pensa ao longo do dia."  
(Joseph Murph)
Estamos a poucos dias do natal e bem perto do fim de mais um ano, marcado principalmente por profecias fatídicas e negativas. 

É hora de adotarmos uma nova mentalidade diante dos problemas que certamente virão no decorrer do ano preste a nascer.

Sempre digo que devemos nos livrar de pensamentos negativos por serem eles a causa de tristezas que nos acometem, roubando nossa alegria, deixando-nos pessimistas o que faz com que afastemos pessoas de perto de nós. Ninguém gosta de só ouvir lamentações.

Os problemas existem e não adianta ficar batendo na mesma tecla, se entristecer, como se isso fosse resolver alguma coisa. 

Não resolve nada, então devemos encará-los com naturalidade, fazer o que precisamos fazer e entregar o resto nas mãos do Senhor.

Simples assim, nada de ficar comentando por aí ou ficar com o semblante triste, de mau humor, descontando em quem não tem nada a ver com isso. 

A alegria nos renova. Há pessoas que se condicionaram a só falarem de problemas, levando para onde vão, esse vício.

Temos que pensar positivo, não ficar remoendo problemas, caso contrário, nem conseguiremos nos divertir. Para usufruírmos de momentos felizes, devemos estar conscientes de que a forma como pensamos determina nosso estado de espírito.

Além disso, devemos entender que estar alegre ou triste está intrinsecamente relacionado à forma como a gente pensa. Os pensamentos comandam as nossas emoções e aceitar pensamentos negativos só vai  nos conduzir a tristezas, portanto, repreender pensamentos mórbidos é a chave para se viver bem e feliz. Qualidade de vida emocional é o que merecemos também.

Quem aprende a controlar a entrada e saída dos seus próprios pensamentos, barrando os  negativos, jamais deixará a tristeza transbordar em si - a não ser em situações irreversíveis como a morte de alguém querido. 

Pense nisso!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Aos Meus Amigos e Amigas

"Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade."
(Confúcio)

Benditos sejam os amigos
que valem mais que o ouro,
que seguem junto comigo,
e valem mais que um tesouro!
Amigo é anjo de bondade
quer esteja longe ou perto:
- é o abrigo na tempestade,
- é água que molha o deserto!
O amigo venturoso
jamais da gente esquece
com seu amor valoroso:
- a nossa alma aquece!
 Faço aqui nestes meus versos,
uma homenagem singela:
aos meus amigos sinceros,
sejam eles  ou sejam  elas
que com seus braços abertos,
tornam minha  vida mais bela!



terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Virtual: Vida sem Vida

Quando o mal lê um versículo desse treme de inveja e de ódio. Mas é verdade! Em Cristo somos mais que vencedores! Vamos ler sobre o amor de Deus por nós e deixar o inimigo rugindo feito a antiga serpente que teve a sua derrota, quando Cristo ressuscitou:

“Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.”   
(Romanos 8:38-39) 

Por isso, eu estou em paz e feliz. Não há como definir melhor esse fim de ano. Desde que resolvi plantar alegria e alimentar meus pensamentos que a vida passou a sorrir para mim. E com essa fé no amor de Deus, sigo assim em paz comigo mesma:


Tem coisa melhor do que ser abençoada por Deus? Quem faz a opção pela maldade, colherá perversidade. Assim, nada me preocupa. Há um troll que só tem vida, dentro do Yahoo, é um zero à esquerda, sem vida social. esse tipo de criatura, me dá pena porque fez do Yahoo, o ar que ele respira.

A mim, o yahoo nunca foi imprescindível. Há tanta vida lá fora, real onde podemos olhar nos olhos das pessoas, sentir o seu calor humano, abraçar gente com vida que querer fazer do virtual um modo de sobrevivência, chega a ser ridículo ou próprio de quem vive enclausurado ou quem sabe,  fugitivo da polícia. 

Quero deixar claro que o yahoo teve uma grande importância em determinada fase da minha vida; mas essa fase passou - gosto de lá mas a hora que eu quiser, saio, como outras pessoas já fizeram. 

(E volto a hora que eu quiser). Por hoje é só, pessoal. Um beijo grande, dentro do coração.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Fé e Persistência

"Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus."
(Lc 15)


Não olhes a distância a ser percorrida,

avance e evite com alguém entrar em conflito,

siga à frente na estrada desta vida,

mantendo em ti a pureza de espírito!

Se cansares, descanse, a viagem agora é só de ida,

não há limites, cada passo dado, rumamos ao infinito!

Por isso, siga orando, pensando lá no céu,

siga sempre em fé,  porque ali já está escrito,

que de uma hora para outra, receberás o teu troféu,

porque plantaste o bem, Deus te vê como bendito!

Não penses que a luta contra o mal seja em vão,

não segues a sós, Deus te guia nesta estrada,

conhece a tua alma e te dará a salvação,

te levando ao paraíso, findando esta jornada!  


sábado, 15 de dezembro de 2012

Natal! Natal! Natal!

Na rua  vai muita gente,
seguindo um ritual
querem comprar os presentes,
para a noite de natal.
Papai Noel trabalhando,
no meio de tanta gente,
vai os sonhos alimentando,
das crianças inocentes.
O comércio está vibrante
com a data angelical
com os lucros aberrantes,
vindos do capital.
Distante dali um menino,
sonha sozinho e contente
pensando no bom velhinho
que vai trazer seu presente.
"Papai Noel é bonzinho,
de mim , ele há de lembrar"
pensa consigo o menino,
está feliz a sonhar.
Chega a noite gloriosa
mais brilhante que um cristal
a ceia será servida,
- chegou enfim o natal!
Com os amigos presentes,
juntos a seus parentes,
muitos brindam alegremente,
recebendo os seus presentes.
Bem perto, lá na favela,
no caso de muitas famílias,
não há nada na panela,
só a barriga vazia.
Cena triste de se ver:
eis o menino acordado,
vendo o sonho perecer,
triste, decepcionado.
Natal! Natal! Natal!
- festa comercial,
- festa do capital
onde o sentido é real:
o da exclusão social.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

O Sofrimento nos Engrandece


"A alegria de fazer o bem e andar nos caminhos da honestidade, é a verdadeira felicidade."

Só faltam 17 dias para o término do ano e eu, embora tenha passado por momentos difíceis, só tenho que agradecer ao Senhor por tudo o que passei. O ano não foi fácil em praticamente todos os sentidos, contudo, a fé inabalável em Deus me manteve firme.

Foi um ano em que amadureci, engrandeci enquanto ser humano e aprendi muito mais sobre o interior das pessoas e para isso, tive que passar por várias situações que literalmente me deixaram no chão e sempre, no auge do sofrimento, eu fazia a pergunta ao Senhor: por que comigo? 

Só quando os vendavais passavam é que percebia que para cair a venda dos meus olhos, o Senhor permitia com que fatos tristes sobreviessem sobre mim.

Nada tenho mais a lamentar, a não ser, agradecer a  Jesus  por  me fazer aplicar este versículo no meu viver:

" Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas.
(Mateus 10:16)

Até então eu só entendia a parte "inofensivos como as pombas".  Agora, continuo fazendo o bem visto que é tão bom ver os outros felizes!  Entretanto, estou cautelosa e já não sou mais a mesma para o meu próprio bem. 

Foi preciso passar por tantas coisas negativas para eu compreender que não devo julgar a ninguém por mim mesma. Não é porque eu procuro andar nos caminhos do bem que todos andam. 

Estou preparada emocionalmente para receber o que vem pela frente seja de bom, seja de mau, e em tudo, louvado seja o Senhor. Neste natal que se aproxima só almejo paz e nada mais.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Maria, Marie, Mírian, Mary ...


Uma mulher importante na vida de Jesus foi Maria.. Ela  foi uma mulher israelita  de Nazaré, Galiléia, que viveu no final do século 1 a.C. e início do século 1 d.C., é considerada pelos cristãos como a primeira adepta ao cristianismo. Ela é também identificada no Novo Testamento e no Alcorão como a mãe de Jesus através da intervenção divina.
 (Mateus 1:16-25, Lucas 1:26-56, Lucas 2:1-7).

Pouco se sabe soube a vida de Maria. O Novo Testamento relata a presença do anjo Gabriel que comunicou a ela que seria a mãe do salvador da humanidade, vamos ler:

 "Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo.  Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação.  O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus.  Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.  Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.  Maria perguntou ao anjo: Como se fará isso, pois não conheço homem?  Respondeu-lhe o anjo: O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus.  Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril,  porque a Deus nenhuma coisa é impossível.  Então disse Maria: "Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela." 
(Lucas 1:28, 38)

O fato de uma virgem dar a luz a uma criança, redentora da humanidade, é fato profético no Antigo Testamento: "Portanto o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel" (Isaías 7.14). No Novo Testamento encontramos outra referência: “Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, o qual será chamado Emanuel, que traduzido é Deus conosco.” (Mateus 1:23).

A história de Maria de Nazaré é uma história de amor e sofrimento. Quando Jesus nasceu, os reis do Oriente procuraram Heródes, pois queriam conhecer o rei, Salvador da humanidade. Heródes disse não saber mas se os reis o encontrassem deveriam lhes avisar. Na verdade, a intenção de Heródes era matar a criança, por temer perder o trono. 

Um anjo apareceu em sonhos aos reis e avisou da intenção de Heródes; percebendo que os reis demoravam a voltar, Heródes lançou um edital mandando assassinar todos os primogênitos de zero a dois anos.  Antes de isso acontecer, o menino Jesus foi apresentado no templo, leiamos: 


“Naquele tempo, o pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele. Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda quanto de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma”. 
(Lucas 2: 33 a 35)

Maria sabia que estava conversando com um profeta de Deus e assim, diretamente, acompanhou os sofrimentos de Cristo até o seu último instante de vida. A Maria que apresento aqui é a Maria humana, a mãe, digna de respeito de todos pela missão que humildemente aceitou.

Penso que ela, através de seu filho Jesus, foi instrumento de Deus para resgatar a humanidade do  pecado de desobidiência cometido por Adão e Eva que condenou toda a humanidade à morte eterna: "Assim como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram." (Rom. 5:12).


O assunto é profundo e merece reflexão no tocante a seriedade da palavra de Deus. O certo é que Maria será lembrada por todas as gerações por ter tido o mérito de ser escolhida para ser a mãe biológica de Jesus, cuidando dele e como toda mãe, sofrendo na pele as dores do filho. Bom dia a todos.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Em Clima de Natal

Ontem, finalmente armei a árvore e à noite participei de um amigo secreto na escola. Demoro sempre a entrar no clima natalino e sempre passo um período de melancolia; depois de pensar muito sobre o porquê dessa tristeza, percebi que ela é devida simplesmente a saudades que sinto de outros natais.

Natais que não voltam mais. Natais que participava junto com minha avó que armava um presépio e fazia dessa data, uma data especial. Para ela, natal era simbolicamente, o aniversário de Jesus. Nunca ouvi ela falar em papai Noel - ela era excessivamente religiosa.

Já minha mãe, passava o ano guardando um trocadinho para comprar uma lembracinha para os filhos; pensávamos que era presente do papai Noel; dos seis aos oito anos, acreditei que papai Noel existisse. Aos dez anos me desiludi de vez com ele, pois o que tanto pedia, nunca recebia.

Aos dez anos foi uma data marcante: era o primeiro natal sem minha avó Olinda e pela primeira vez entendi o sentido da morte: desde então, os natais não foram mais os mesmos - sem minha avó, o natal perdeu o encanto.

Não teríamos o aloá - uma bebida que ela preparava no pote de um dia para o outro, nem tão pouco os sonhos, doce que ela fazia com esmero. Logo venderiam a casa e sairíamos dali, local bem perto ao centro da cidade, para nunca mais voltar.

Desde a morte da minha avó, o natal passou a ser para mim, o dia do aniversário de Cristo e nada mais. A ilusão do papai Noel ficou perdido num natal em que pedi uma boneca - pedido antigo, nunca atendido. Desta forma, salve, salve, o nascimento de Jesus. Um beijo grande a todos.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Hora Sinistra: Agonia

"Quando uma árvore é cortada ela renasce em outro lugar. Quando eu morrer quero ir para esse lugar, onde as árvores vivem em paz." 
(Tom Jobim)

Fim de tarde ... calmaria, brando vento.
A brisa vinda do rio cantava uma melodia,
monótona como um lamento,
acompanhando o escurecer do dia.

Um silêncio elouquente no ar pairava...
Lentamente, o manto negro da noite envolvia a Terra,
tudo era solidão, quando a tarde agoniava,
neste tenso momento .. findou-se a guerra.

Ao longe, o canto solitário de um pássaro no ar pairava,
como se cumprisse um dever diário;
até o banzeiro no vai e vem - só murmurava,
queixoso ia  testemunhando esse cenário!

Neste instante, o santuário do planeta Terra,
ergue as mãos em piedosa oração,
pranteando o dia que se encerra,
sem preconceito - somos irmãos. 

Ao morrer da tarde também imploro
a Deus para que nos livre logo dessa agonia
pois sou convicta desta certeza:
somos todos partes  da natureza
cujo destino é morrer um dia!

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Lembranças Eternas


Num dia qualquer, quando a brisa suave da recordação, despertar o teu ser, saiba que no arquivo secreto da minha mente, há também uma página guardada carinhosamente com imagens congeladas no tempo, retratando o que vivemos. 

E se por acaso, por esse tempo, eu não estiver mais por aqui, vasculhe cuidadosamente, a caixinha de entrada do email do teu coração, pois é lá, no passado que vais me encontrar, sorrindo, alegre, torcendo para que você esteja muito bem. 

Estarei lá, feliz da vida pelo simples fato de um dia, ter te encontrado e termos entrado um na vida do outro, brincando. Lá, de onde eu estiver, orarei por você, pois estrategicamente, o Senhor colocou pessoas  especiais no meu caminho. 

As que me fizeram sofrer, também não passaram em vão já que aprendi mais com a dor do que com o amor. Todas elas passaram mas você ficou, maravilhosamente encantado, indelével, intocável nas páginas imortais da minha alma ... para toda eternidade!

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Curiosidades sobre O Encontro das Águas


Depois de uns dias sem entrar, ainda com problemas de saúde, vou deixar umas curiosidades pra vocês interessantes sobre o Encontro das Águas. 

No 'encontro', a água do rio Solimões é mais fria e a do rio Negro é mais quente. Por causa disso, o rio Solimões fica 'por baixo' do rio Negro. Isso resulta em grandes manchas escuras na água clara, dificultando a mistura entre os dois rios.

O regime de chuvas influencia no nível de água dos dois rios. O Solimões, próximo ao 'encontro' chega a dez metros e a do rio Negro, a dezesseis metros, no Porto de Manaus.

A largura do Solimões é de dois quilômetros e ado Negro é de aproximadamente três quilômetros próximo da confluência.  O leito do Negro apresenta uma fossa onde o rio alcança a profundidade de noventa metros, provavelmente por efeito da erosão preferencial em linha de falha.

A água branca e o aspecto turvo do Solimões ocorrem por causa de sedimentos como argilas, siltes e areias finas, todas carregadas pelo rio desde a nascente.  

A água do curso inferior do Negro tem velocidade muito baixa, chegando a ser represada em algumas épocasdo ano durante o pico máximo do Solimões. Boa tarde, um beijo grande a todos.

A causa disso resulta das diferentes condições climáticas, de relevo e de tipos de rochas. 
Fontes: Jornal A Crítica, 26/11/2012
Elena Franzinelli e Hailton Igreja

El río Amazonas - O Encontro das Águas / Manaus - AM: Brasil

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Valores Escassos


Imagem: internet 

“Seja uma pessoa que valoriza a essência, não a aparência, cultive os valores mais profundos e não caia na tentação de se tornar um super em um mundo de estrelas sem brilho próprio.”  
(Roberto Shinyashiki)

Vou pela vida tentando enxergar além das aparências. Mas as pessoas, iguais as luzes artificiais da cidade, muitas vezes me enganam e assim, não raro, deixo de apreciar  o brilho real das estrelas, ofuscadas pelas luzes de neon das outras.

Busco a essência das coisas e isso não é fácil de encontrar. Não me importa a embalagem bonita mas sim o conteúdo dentro delas.  

Detesto me enganar com as pessoas porque a minha reação é de afastamento total e isolamento, tornando-me indiferente a elas. Isso acontece quando ocorre quebra de confiança.

Sim, não acredito tanto nos meus olhos porque por vezes, eles me fazem errar. Percebi que existem dois tipos de seres humanos: as bijouterias e as jóias verdadeiras cujos brilhos  não se perdem com o passar do tempo. Bijouterias escurecem, logo perdem o valor, gemas raras não.

No entanto, não desisto de buscar e agora estou sempre saindo a garimpar. Cada pepita encontrada, é de grande valor numa época em que os valores primordiais para a nossa sociedade estão escasseando.

Eu sigo assim: invisto em alguém, se quebrar a cara,  desisto e volto a olhar pra cima numa noite enluarada, admirando na solidão do meu quintal, o brilho imperecível das estrelas. 

Que bom saber que em algum lugar desse imenso mundo, existem pessoas estrelas, talvez ... tão solitárias assim como eu, a admirar em paz as belezas eternas da vida.

sábado, 24 de novembro de 2012

Jacaré-açu: capturado dia 20/11 no Porto da Ceasa

 Imagens: Internet
Ele tem mais de quatro metros ...


Morava perto do Encontro das Águas, numa restinga ... próximo ao bairro da Compensa.


Pesa 170 quilos, tem aproximadamente 30 anos e está sendo cuidado no INPA - Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia. Não é uma beleza?

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Aproveite o Trem que Passa ...



“Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É saber falar de si mesmo. É não ter medo dos próprios sentimentos”
(Fernando Pessoa)

Há pessoas que vão fazendo escolhas erradas pela vida e aos poucos vão se acomodando, desanimadas, aceitando situações impostas pela vida sem que nem tenham coragem de reagir.

Vivem num estado de espírito permeado de problemas, sem conseguirem sair de si mesmos, sem verem que a vida lá fora é muito mais colorida e maravilhosa, quando sabemos usufruí-la com responsabilidade.

Não é a libertinagem que nos conduz a viver momentos intensos de alegria mas sim as amizades sinceras e por que não, um amor especial? O que  faz a diferença em nossas vidas são as gargalhadas que damos de alegria, bem como o carinho compartilhado ao longo da estrada. 

Verdadeiramente, há pessoas que não são felizes porque não querem, porque deixam as oportuinidades passarem em suas vidas, perdendo o trem que as levariam a um estado de espírito que as isolariam desses problemas sufocantes da vida diária e esse trem é a nossa válvula de escape diante de uma vida fechada, tediosa  e medonha. 

Desanimar diante da vida, não sair de casa, deixando de entrar no trem, não se socializar, não assumir sentimentos que afloram na alma é condenar-se por medo, é olhar a peça teatral da vida sem participar. Somos todos personagens principais e antes que não haja mais tempo devemos entender que:


"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos."
(Charles Chaplin)


E já que hoje é sexta-feira que tal investir em si mesmo e sair dessa toca escura? Pare de ter pena de si mesmo/a e então, se arrume, sorria, pense diferente porque cada dia que passa, amigos/as, nunca mais irá voltar. Um beijo grande, eu vou fazer o meu papel. Carpe Diem!

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Lá no Tarumã


Ontem, passei o dia num sítio com os funcionários da escola. O sítio fica a 45 km de casa e está localizado no Bairro Tarumã, local onde a selva se mostra com toda a sua exuberância. Saí um pouco do meio do pessoal e fui esfriar o corpo em águas doces.

Na selva, é comum encontrarmos riachos e pequenas cachoeiras. As mais lindas cachoeiras desse bairro, já foram poluídas devido a invasão de pessoas que por não terem onde morar, se instalaram nesse local sem que as autoridades tomassem alguma providência pra cortar o mal pela raiz.


Ainda assim, a floresta é imensa e Manaus está localizada no interior da selva. Paralelo a esse problema, também temos as construtoras que constroem conjuntos de apartamentos cada vez mais. O crescimento da cidade está se dando de forma vertical.

Lá no meu isolamento fiquei refletindo, olhando aquela maravilha verde dentro da cidade e disse comigo mesma: "a nossa floresta será a última a entrar em extinção porque dentro de Manaus a selva ainda resiste, até quando não sei." Vejam esta cachoeira que fica no Tarumã, próximo ao aeroporto:


Admirando a natureza, lembrei-me de um antigo provérbio indígena:
"Só quando a última árvore for derrubada, o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode comer dinheiro." (Provérbio Indígena)
Bom dia a todos vocês.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Quando o Passado é uma Prisão


"Viver no passado é uma ocupação tola e solitária; olhar para trás tensiona os músculos do pescoço, e faz com que você se encontre com pessoas que não estão mais no teu caminho." 
(Edna Ferber)

No começo deste ano, numa  manhã de muito calor, eu passeava pelo centro da cidade, quando parei em um bar para tomar um refrigerante. Um senhor muito educado me atendeu. Como sempre, a mesma pergunta que os idosos gostam de fazer, ele fez a mim: tens namorado?

Não, respondi, sorrindo. Ele então começou a fazer sucessivas perguntas como se fosse um interrogatório. Depois de argumentar e tirar a curiosidade dele sobre a minha vida, olhei na parede do bar e vi um quadro antigo ainda em preto e branco, era o rosto de uma mulher jovem que transmitia serenidade. 


Logo perguntei quem era a mulher. De repente, os olhos do homem se encheram de lágrimas e começou a contar a história dele. A mulher da foto era sua noiva que falecera dias antes do casamento. Ele se manteve anos e anos sozinho, traumatizado, vivendo de lembranças passadas.

Tudo naquele bar era rústico, não havia nada que lembrasse os dias atuais, parecendo que aquele homem parara no tempo no dia em que a noiva faleceu. Ouvi atentamente a história dele, não dei minha opinião, terminei de tomar o refrigerante, paguei e saí de lá perguntando a mim mesma:

- Como pode alguém ficar atrelado ao passado tanto tempo? Até as roupas do homem eram antigas e muito usadas, desbotadas pelo tempo. Penso que a despeito do que acontece com a gente, o tempo passa, não retrocede nem estaciona a nossa espera. O momento de sermos felizes será sempre no presente.

Traumas existem e nunca vão deixar de existirem, cabe a nós vencê-los e fazermos de tudo para sermos felizes por aqui porque a vida é uma só. Assim, temos o dever de nos darmos uma, duas ou mais chances, pois engana-se quem pensa que só amamos uma vez na vida.

Evidente que se nos fecharmos para o mundo, nada vai acontecer. Por isso, é importante despertamos para o amor, antes que envelheçamos presos a um passado morto que nada vai contribuir para a nossa alegria e felicidade. Perdeu um amor? Levante-se já, outro virá, basta que escancares a porta do coração para o novo que é sempre mais lindo e encantador do que velhas lembrança, mofas e amareladas pelo tempo.
Beijos no coração.  

sábado, 17 de novembro de 2012

SUS ... Sua Última Saída

Imagem: internet

Madruguei para a consulta de rotina de todo final de mês. Já havia muitas pessoas à espera mas ainda consegui uma poltrona isolada, tratei de me acomodar nela e comecei a ler uma revista que trazia na bolsa. 

Um ventilador enorme  soprava por sobre a minha cabeça, então, aos poucos quedei num sono profundo, indiferente à espera que teria que enfrentar.

Quantas horas passaram? O sono, irmão da morte, não tem relógio, por isso, não conta horas. Despreocupada, só despertei devido ao alarido de vozes exaltadas e palavras de baixo calão que ecoavam no local. Nesta hora, o hospital já estava com uma fila enorme, sem fim.

 A discussão se dava entre um paciente, enfurecido e um funcionário, atendente, mais enfurecido ainda. Ambos pareciam duas carroças, descendo uma ladeira ingreme. Nesse instante, os demais pacientes,  despertos da letargia da espera, observavam curiosos, o desenrolar do conflito.

No balcão onde o funcionário estava, havia uma placa com os dizeres: "seja paciente, espere a sua vez."  Como a discussão estava a um ponto de terminar em agressão física, fui até eles e conversei com o funcionário extremamente descontrolado emocionalmente.

O funcionário muito tenso afirmou: "esse fdp me ameaçou e eu não estou aqui para aturar abuso de pacientes." Olhei firme para o funcionário e disse que quem deveria ser mais paciente e educado era ele, pois o homem parecia sofrer de distúrbios mentais.

Ele alegou que o sujeito o havia desacatado e que isso não ia ficar assim. Depois se virou a mim, e me disse alguns desaforos. kkkkkkkkk.  

Agora era eu quem estava no fogo; numa paciência de Jó, expliquei a ele que também era funcionária pública mas diferente dele, sabia controlar situações de tensão porque tinha feito um curso de Relações Humanas e era exatamente isso que faltava a ele.

Afastei-me dali e voltei a esperar, agora em pé visto que uma idosa ocupou a poltrona onde eu estava. É um absurdo o que vemos nesses atendimentos do SUS: pessoas despreparadas para atender o público, mal humoradas e sem educação, com raras exceções, até parece que são donas do hospital.

Saí de lá perto de 14 e 30. Depois de ser atendida, cansada e com muita dor de cabeça e distante dali, ainda olhei para trás e senti uma pena danada do povo que estava na fila,  esperando por um atendimento que talvez nem acontecesse a contento. Lindo sábado a todos.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Amarga Espera



"Não gosto da dor, da dor da espera, mas espero atentamente o crescer das rosas belas."
(Sara Melyssa)

No trânsito parado,
as horas passavam
no engarrafamento geral.
Do carro vi as pessoas,
de olhos angustiados,
nos semblantes estampados
na agonia da espera.
A espera é sempre longa ...
Não há choro nem vela
e a gente se desespera!
Há espera no trânsito,
e eu me canso tanto:
dá espera no consultório ...
dá infinda espera no banco.
E a espera pelo pagamento?
É sempre espera estática,
o mês é longo, é um tormento.
Ainda há uma espera
que nos maltrata também:
é aquela quando estamos
esperando por alguém.
Esperamos pra nascer,
esperamos pra crescer
e no final de tudo,
esperamos pra morrer.
A dor desta existência
é vista nos olhos cansados,
nas vozes dos explorados,
ou no grito dos amordaçados
dos que padecem calados.
Assim segue a multidão,
numa espera dolorosa,
cantando dolente canção.
Também sigo perfilada
por esta vida incerta,
me perguntando assustada:
- quando se finda esta espera?

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Regressando ao Trabalho: o Sabazinho


Segunda-feira voltei ao trabalho. A escola é muito grande, dá pra ver a reserva florestal no início dela mas não o final da escola. Esta rua é muito perigosa, principalmente à noite por ser deserta; assaltos são feitos constantemente e os marginais chegam de moto. Paralela a reserva, há uma outra rua. Construída num terreno em declínio, para entrar, há uma escada e rampa para moto. 

O estacionamento fica de frente para o bairro Campo Dourado, numa rua agitadíssima, a rua E, no lado oposto a esse muro. No projeto original esta escola teria dois andares, mas foi entregue assim. O nome Sebastião Norões da escola é uma homenagem a um poeta daqui. Nós, professores, o apelidamos de Sabazinho.

Aqui é a quadra, como é muito grande, geralmente  os torneios das escolas são feitos aqui. No fundo é o pavilhãoda cozinha com refeitório.

Esse corredor começa na rua paralela à reserva e termina numa outra rua paralela. Aqui funciona o Ensino Médio à noite. À tarde, de quinta a nona série. Há na escola quatro pavilhões desses.

Entre os pavilhões, pequenos locais para plantas. Hoje é feriado e na escola só ficam os seguranças. Aos poucos, vou mostrando a vocês a biblioteca, a sala de informática e o refeitório. Um beijo Chove muito por aqui.


: onselectstart='return false'